.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. MEU DEVANEAR

. O VERDADEIRO E O MENTIROS...

. SAUDADES DUMA VELHINHA

. DO VENTO NORTE ME LEMBREI

. AVE SOLITÁRIA

. ESCRAVO DA AMBIÇÃO (O EGO...

. A SUPORTAR O MAL

. OLHANDO O SEU PASSADO

. AMOR É DOCE MOSTO NUM SER

. DISCURSOS SÃO PALAVRAS BU...

.arquivos

. Junho 2018

. Maio 2018

. Janeiro 2018

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Setembro 2016

. Fevereiro 2016

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Janeiro 2015

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.favorito

. INTRANQUILO

blogs SAPO

.subscrever feeds

Terça-feira, 25 de Setembro de 2007

PAPOILA SAUDADE

 

Divina papoila saudade

Bela de rubra no campo avisto
A seu encanto não resisto
Levado em devaneio p'ra tempo distante
.
À minha mocidade pujante
Que saudoso a meditar insisto
E de olhar a papoila não desisto
A deixar-me o coração anelante
.
Papoila de vermelho vestida
A lembrar-me uma jovem linda
Que um dia avistei trajada de igual cor
.
Foi a saudade ao passado a voltar
Quando no campo papoilas a apanhar
P'rá linda jovem, o meu grande amor
 
             João M. Grazina (Jodro)
 
 
 
Meditabundo:Há uma íntima ligação
entre o amor e as flores que parecem 
falar em doce enleio e que tocam pro_
fundamente o homem para, imbuído
do mavioso sentimento, oferecer à
mulher que ama, no meu tempo de jo_
vem namorado, era hábito em mim ir
pelo campo e colher flores que levava
embevecido à rapariga que namorava,
ela usava um vestido vermelho que lhe
ficava divinal, eis o porquê da papoila
neste meu poema, ainda hoje se man_
tém essa inclinação de levar-lhe flores
quando ando pelo campo e sempre com
o mesmo carinho, é evidente, que a na_
morada passou a esposa, já lá vão cin_
quenta anos.
.                               "Jodro"
publicado por CAMAGE às 16:44

link do post | comentar | favorito