.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. MEU DEVANEAR

. O VERDADEIRO E O MENTIROS...

. SAUDADES DUMA VELHINHA

. DO VENTO NORTE ME LEMBREI

. AVE SOLITÁRIA

. ESCRAVO DA AMBIÇÃO (O EGO...

. A SUPORTAR O MAL

. OLHANDO O SEU PASSADO

. AMOR É DOCE MOSTO NUM SER

. DISCURSOS SÃO PALAVRAS BU...

.arquivos

. Junho 2018

. Maio 2018

. Janeiro 2018

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Setembro 2016

. Fevereiro 2016

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Janeiro 2015

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.favorito

. INTRANQUILO

blogs SAPO

.subscrever feeds

Sábado, 26 de Março de 2011

DIVINA GLÓRIA

 Ver imagem em tamanho realVer imagem em tamanho real

 

 

 

 

 

    A poesia não se ensina

Nasce no coração do poeta

 Nele desabrocha e desperta
 E com suavidade por ele se dissemina
 
E o inspira o determina
Para tecer versos o alerta
Ao ritmo poético o acerta
Com carinho o ampara e encaminha
 
Poesia por Luís de Camões divinizada
Que a esculpiu com sublime beleza
Por Florbela Espanca glorificada
 
Qu'a talhou com amena delicadeza
Na Universidade só p'ra ser estudada
Porque ser poeta é um dom da Natureza
 
            João M. Grazina (Jodro)
publicado por CAMAGE às 15:53

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 24 de Março de 2011

VIDAS SÃO DESGOSTOS E FELICIDADES

Ver imagem em tamanho real 

 

 

 

 

 

  Vidas são curvas p'ra um e outro lado

Altos e baixos em contínuo movimento
Que não se sabe o que em qualquer momento
À sua frente lhes está destinado
 
Onde o imprevisível camuflado
Espreita deveras atento
Para originar ventura ou tormento
Segredo às vidas vedado
 
Vidas formadas de sinuosidades
Mistura de desgostos e felicidades
Que jamais se conseguem prever
 
Que surgem de surpresa sem nexo
Deixando o pensador perplexo
Sem a finalidade das vidas saber
 
            João M. Grazina (Jodro) 
publicado por CAMAGE às 11:24

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Março de 2011

INSENSATEZ

 Ver imagem em tamanho real

 

 

 

 

 

 

 

 

 Minha alma triste se sente

O coração me bate deprimido

Quando observo desiludido

Por aí a insensatez, de tanta gente!

 

Em turbulência impertinente

Que me perturba o sentido

E essa espécie estou convencido

Que sempre existirá, infelizmente!

 

E classifico o insensato

Um grande mal da Humanidade

Perturbando-a falho de tacto

 

Não discernindo o amor, a verdade,

Porque tudo deturpa inexacto

Com ridícula leviandade

 

            João M. Grazina (Jodro) 

publicado por CAMAGE às 18:19

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 17 de Março de 2011

NOS MALES DA VIDA CISMANDO

Ver imagem em tamanho real 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Com frequência me acontece

Nos males da vida cismar desolado

Dispersos pela Terra em qualquer lado

Que observo e me entristece

 

Que o Homem fazer feliz parece

Já que por eles segue desalmado

Desprovido d'amor, obstinado,

Com o coração duro que não embrandece

 

E eu, crente em Deus sublime,

Chama em meu coração jamais extinta

Que arde em plenitude, firme,

 

Lhe rogo, minh'alma me o suscita,

Qu'os espinhos da Terra elimine

E só flores puras, lindas, nela consinta

 

            João M. Grazina (Jodro)  

publicado por CAMAGE às 11:23

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 8 de Março de 2011

O PULSAR DOS CORAÇÕES

Ver imagem em tamanho real 

 

 

 

 

 

 

   Nos corações é diferente o pulsar

O modo da desgraça alheia sentir
Uns em tormento nela a reflectir
Outros sem esse mal os preocupar
 
Há corações inclinados para amar
Só no amor se conseguindo definir
Outros que tendem em dirigir
Sua inclinação para o odiar
 
Inocentes corações que pulsam sem saber
Quem talhou essa inclinação no seu ser
Que os faz estar em lados opostos
 
Dum lado semeando pela Terra amor
Do lado oposto o ódio com furor
Originando-lhes gostos e desgostos
 
            João M. Grazina (Jodro)
publicado por CAMAGE às 16:51

link do post | comentar | favorito