.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. MEU DEVANEAR

. O VERDADEIRO E O MENTIROS...

. SAUDADES DUMA VELHINHA

. DO VENTO NORTE ME LEMBREI

. AVE SOLITÁRIA

. ESCRAVO DA AMBIÇÃO (O EGO...

. A SUPORTAR O MAL

. OLHANDO O SEU PASSADO

. AMOR É DOCE MOSTO NUM SER

. DISCURSOS SÃO PALAVRAS BU...

.arquivos

. Junho 2018

. Maio 2018

. Janeiro 2018

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Setembro 2016

. Fevereiro 2016

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Janeiro 2015

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.favorito

. INTRANQUILO

blogs SAPO

.subscrever feeds

Quinta-feira, 28 de Maio de 2009

CORAÇÕES INFLUÍDOS PELO AMOR

Ver imagem em tamanho real 
 
 
 
 
 
 
 O amor é forte sentimento
 Que ninguém consegue reprimir
Aparece em qualquer momento
Entrando pelos corações adentr
Que ternamente passa a influir
 
 
E os dirige sem prepotência
Mas porque irresistível sedutor
Os corações alicia ao amor à complacência
A que se entregam sem resistência
A seus pés se ajoelhando com ardor
 
Porque o amor tem sublime poder
Que os corações deixa anelantes
Ao embebê-los de bem querer
Que mais céleres os faz bater
Sonhadores, delirantes
 
Amor tem o dom dos corações amansar
Quando neles entra genuíno
Trazendo-lhes carinhos a fartar
Para distribuirem sem a quem olhar
Por razão só o amar como destino
 
            João M. Grazina (Jodro)
publicado por CAMAGE às 17:57

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Maio de 2009

VAI MORRENDO A RAZÃO

 
  Vejo a Humanidade enlouquecida
À razão que é verdade não dando valor
Parecendo ignorar o que quer da vida
Confundindo devassidão com amor
 
Homens com homens a casar
Mulheres com mulheres de igual maneira
A pureza da vida a deturpar
Em louca e desenfreada cegueira
 
E as crianças que o homem indigno
Vai sem escrúpulos martirizando
Inocentes que devassa hediondo maligno
O amor, essência da vida adulterando
 
E medito em recolhimento
Nas desgraças que pelo Mundo abundam
Que me impressionam e causam tormento
E meu coração de tristeza inundam
 
E em versos lamento esta crua verdade
Só, nada mais posso fazer,
A degradação da Humanidade
É irreversível realidade
É a razão lentamente a morrer
 
            João M. Grazina (Jodro)
publicado por CAMAGE às 18:00

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

PODE SER!

Pode ser que um dia aconteça
Após há muito tempo eu ter morrido
Que a vida faça mais sentido
Logo que o amor em absoluto prevaleça
 
Na Humanidade só esse sentir floresça
Com o ódio debelado, emurchecido,
No coração do Homem extinguido
Que o Mundo p'ra sempre assim permaneça
 
Pode ser que Jesus desça do céu contente
O divino rosto alegre sorridente
Para semear de novo pela Terra amor
 
Orgulhoso do seu sacrifício por nós
Quando contra os tiranos ergueu a voz
P'la igualdade, como sublime Redentor
 
            João M. Grazina (Jodro)
publicado por CAMAGE às 18:18

link do post | comentar | favorito
Sábado, 9 de Maio de 2009

AMOR, FRUTO DA NATUREZA!

   O amor é um fruto da Natureza  
Que os corações perfuma e adocica
E sem canseira a saboreá-lo se fica
E sempre mais e mais se deseja
 
O amor é um fruto que se beija
E que a alma nos dulcifica
E que sublime frutifica
A dar à vida excelsa beleza
 
O amor é um fruto delicioso
Que extasiados apreciamos
Divinamente primoroso
 
Que encantados tragamos
Dulcíssimo e tão saboroso
Que comemos e jamais nos enjoamos
 
            João M. Grazina (Jodro)
publicado por CAMAGE às 16:33

link do post | comentar | favorito
Sábado, 2 de Maio de 2009

SEDENTO

 O tempo passa de corrida
A velocidade estonteante
E passando nos leva a vida
Com'o vento arrasta a folha agonizante
 
E em contínuo movimento
De correr nunca se cansa
E tudo devora sedento
E a fome não mais amansa
 
E elimina e transforma
O que a Terra naturalmente cria
Até a Humanidade o tempo forma
Mais agreste, egoísta e fria
 
E enquanto por nós passa, inclemente
Nos desgasta até nos alquebrar
Nos faz velhos com a morte sequente
Devorando sem jamais se fartar
 
            João M. Grazina (Jodro)
publicado por CAMAGE às 16:24

link do post | comentar | favorito