.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. MEU DEVANEAR

. O VERDADEIRO E O MENTIROS...

. SAUDADES DUMA VELHINHA

. DO VENTO NORTE ME LEMBREI

. AVE SOLITÁRIA

. ESCRAVO DA AMBIÇÃO (O EGO...

. A SUPORTAR O MAL

. OLHANDO O SEU PASSADO

. AMOR É DOCE MOSTO NUM SER

. DISCURSOS SÃO PALAVRAS BU...

.arquivos

. Junho 2018

. Maio 2018

. Janeiro 2018

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Setembro 2016

. Fevereiro 2016

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Janeiro 2015

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.favorito

. INTRANQUILO

blogs SAPO

.subscrever feeds

Domingo, 23 de Novembro de 2008

QUANDO SE NÃO TEM SORTE

  Quando alguém na vida não tem sorte

 Nela perde o sorriso o gosto
Abafando na alma o pertinaz desgosto
Que só tem fim quando enlaçado p'la morte
 
Vive sem que o viver lhe importe
Cismando quanto seu destino é injusto
E lágrimas lhe tombam p'lo rosto
Sempre que algum desejo em si aborte
 
Sem sorte pela Terra andou
Pois esta nunca em seu seio o aconchegou
A embalá-lo com carinho
 
Alguém que tente na vida trepar
Sem a sorte benvinda o empurrar
Por mais que lute nunca chegará ao pino
.
           João M. Grazina (Jodro)
publicado por CAMAGE às 16:40

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 14 de Novembro de 2008

DOCEMENTE SUBJUGADO

A poesia me subjuga docemente
Me prende com laços de ternura
Onde me acomodo repleto de ventura
Por ela a palpitar d'amor ardente
 
À poesia me dedico carinhosamente
Que no meu coração bela perdura
Com ela me envolvo numa mistura
De poemas que talhamos conjuntamente
 
E um para o outro a sorrir
Abraçados pela mesma certeza
De versos com rimas a coincidir
 
Que embebemos de pureza
Adornando-os com amor a florir
A dar-lhes primorosa beleza
 
          João M. Grazina (Jodro)
publicado por CAMAGE às 20:07

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 5 de Novembro de 2008

NA TERRA APARECE

 
Aparece uma pessoa na Terra
Do ventre duma mãe florindo
Pequeno rebento suavemente abrindo
E é vida que p'rá vida se descerra
 
E na esperança fica à espera
Dum futuro para ela sorrindo
Mas nele o bem e o mal vão surgindo
Um a anima o outro a desespera
 
E uma estrela começa a seguir
Que é a da sua vida do seu porvir
Que não vê mas misteriosamente a guia
 
É o destino de cada vivo ser
Que o comanda até perecer
Que floriu, mas toda a flor murcha um dia
 
             João M. Grazina (Jodro)
publicado por CAMAGE às 11:45

link do post | comentar | favorito