.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. MEU DEVANEAR

. O VERDADEIRO E O MENTIROS...

. SAUDADES DUMA VELHINHA

. DO VENTO NORTE ME LEMBREI

. AVE SOLITÁRIA

. ESCRAVO DA AMBIÇÃO (O EGO...

. A SUPORTAR O MAL

. OLHANDO O SEU PASSADO

. AMOR É DOCE MOSTO NUM SER

. DISCURSOS SÃO PALAVRAS BU...

.arquivos

. Junho 2018

. Maio 2018

. Janeiro 2018

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Setembro 2016

. Fevereiro 2016

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Janeiro 2015

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.favorito

. INTRANQUILO

blogs SAPO

.subscrever feeds

Quarta-feira, 31 de Janeiro de 2007

O SUBLIME DE CAMÕES M'EMOCIONOU

 

  Aquela triste e leda madrugada

Verso que brotou da alma de Camões
Sublime sensibilizando corações
E a deixar minha alma enlevada
     
P'lo seu sublime conturbada
Invadida de ternas emoções
A originar-lhe sonhos, ilusões
De compor poesia, mas nunca à sua igualada
     
Seu estro formou uma estrela infinda
De poesia épica e lírica, a mais linda,
Maviosa de divina beleza
     
Que jamais alguma luz poética igualou
Seu veemente brilho p'ra sempre ficou
A iluminar toda a poesia portuguesa
        João M. Grazina (Jodro)                 
 
 
Meditabundo: Luís de Camões, o mais
genial poeta da língua portuguesa que
jamais será igualado pelos poetas de
Portugal (os do passado, do presente
e do futuro)
                                      "Jodro"                                
                           
                                                                                                                           
publicado por CAMAGE às 20:14

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 25 de Janeiro de 2007

POESIA EM MIM A MURMURAR

 

          EM  ÊXTASE
 
          Do cimo de verdejante serra
          Olho o dourado Sol  em plenitude
          Com a benéfica atitude
          De iluminar e aquecer a Terra
 
          Que forma uma linda esfera
          Tendo o azul do céu em magnitude
         A formar-lhe um fundo com a virtude
         De a tornar magnificente, bela
 
          E fico em êxtase contemplando
          A serra, o céu, o Sol, uma cegonha voando,
          Que no céu fortuitamente apareceu
 
          E nesta pintura natural deslumbrado
          À sua beleza rendido, subjugado,
          Cismo como é que a Terra aconteceu
 
                         João M. Grazina (Jodro)          
publicado por CAMAGE às 20:09

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2007

Enlaçado pela poesia

 
            
               Rosa Bonita
 
      Cheirei uma rosa bonita
      Absorvi intensamente seu suave odor
      Parecia na sua beleza infinita
      Transmitir à Terra paz e amor
 
      Inebriei-me extasiado a admirá-la
      Seduzido p'lo seu encanto
      Meditando que alguém viria decepá-la
      Entrei em profundo desencanto
 
      Porque comparei a sina dessa flor
      À sina da pessoa que mais quis
      Que a morte decepou, minha grande dor,
      E me deixou para sempre infeliz
 
      E mais tristeza avolumou
      A muita que meu coração já contem
      E uma lágrima de mim se soltou
      Deslizando até ti, mãe, no além
 
      Imaginei-a no desconhecido rolando
      Onde foi cair na tua cara bendita
      Docemente por mim te beijando
      Ciciei; Mãe és a minha rosa bonita
     
                      João M. Grazina (Jodro)
publicado por CAMAGE às 10:27

link do post | comentar | favorito
Sábado, 13 de Janeiro de 2007

P'LA CRIANÇA RECORRI A NOSSA SENHORA

 
Toda a noite chover ouvi
   Com intensidade assustadora
   Cismei na criança sem lar e a Nossa Senhora
   Por ela roguei, a Deus de pedir desisti
               
   Porque nenhumas melhoras vi
   Nas crianças que p'lo mundo fora
   Sem abrigo sofrem a toda a hora
   Por isso, a Nossa Senhora recorri
                 
   Porque é mãe a Virgem Maria
   Mãe sente, forma o ser que no ventre cria,
   O envolve nos carinhos seus
                
   Eu que não sou de rezar à Virgem Mãe orei
   P'ra pedir p'la criança a Deus lhe supliquei
   Já que do meu pedir não faz caso Deus
 
                    João M. Grazina (Jodro) 
publicado por CAMAGE às 17:07

link do post | comentar | favorito