.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. SAUDADES DUMA VELHINHA

. MEU DEVANEAR

. DO VENTO NORTE ME LEMBREI

. AVE SOLITÁRIA

. ESCRAVO DA AMBIÇÃO (O EGO...

. A SUPORTAR O MAL

. OLHANDO O SEU PASSADO

. AMOR É DOCE MOSTO NUM SER

. DISCURSOS SÃO PALAVRAS BU...

. A FELICIDADE QUE IDEALIZO...

.arquivos

. Janeiro 2018

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Setembro 2016

. Fevereiro 2016

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Janeiro 2015

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.favorito

. INTRANQUILO

blogs SAPO

.subscrever feeds

Segunda-feira, 26 de Setembro de 2011

AMOR E PRIMAVERA

 
 É tão fascinante o amor
Como deslumbrante a Primavera
Um semeando carinhos com ardor
Outra ofertando flores que p'los campos gera
Fazendo o Mundo belo encantador
À volta do Sol em linda esfera
Onde o amor todos acarícia
E as flores desabrocham com alegria
 
Amor fascinante qu'os corações dulcifica
Embebendo-os de ternura
A que com solicitude se aplica
A originar ao Homem mais ventura
Que ameniza o mal qu'a vida complica
E que teima em impor amargura
Que bom nos corações tão doce sentimento
A toda a hora a todo o momento
 
É divina a Primavera deslumbrante
Com serras e planícies a florir
Que o Sol beija feliz radiante
E que por certo o faz sorrir
A dar cor às flores à vida, exuberante,
A tudo o que na Terra a produzir
E o Homem sente e olha embevecido
Das agruras da vida esquecido
 
            João M. Grazina (Jodro)           
publicado por CAMAGE às 19:04

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 20 de Setembro de 2011

NOSSAS DUAS MÃES

Onde nascemos é nossa mãe terra

Donde nascemos é nossa mãe mulher
Uma deslumbrada a ver-nos nascer
Outra feliz a porta da vida nos descerra
 
Ambas nosso coração encerra
Delirante por elas a bater
Com profundo amor num forte querer
Que infinitamente as venera
 
Mães que nos prendem com beijos e abraços
Fortes raízes e ternos laços
Que de si brotam com ternura
 
E cativos nesse amor p'ra sempre ficamos
Que só se extingue quando um dia findamos
Na terra sagrada duma sepultura
 
            João M. Grazina (Jodro)
publicado por CAMAGE às 11:43

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 11 de Setembro de 2011

A MORTE AO NADA TODOS REDUZ

Quando ouço o sino dobrar

Logo me chega ao pensamento

Pessoas chorando em tormento

Com lágrimas amargas  dos olhos a brotar

 

As pessoas ante a morte é meu cismar

As pobres em conformado  alento

As ricas em inconformado desalento

Por lhes ser vedado a vida comprar

 

É a lei da morte imperando

Não tem favoritos beneficiando

Sua definição é a verdade

 

Não escolhe quem vai extinguir

Implacável ao nada  todos a reduzir

Que cobre com o negro manto da igualdade

 

            João M. Grazina (Jodro)

publicado por CAMAGE às 19:44

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 1 de Setembro de 2011

A MISSÃO DO SOL

Pela manhã o Sol se vai levantando

E logo caminha p'lo vasto horizonte
E por detrás  dum elevado monte
Parece parado a Terra espreitando
 
Mas continua sempre caminhando
Aquecendo a Terra que lhe fica defronte
Sendo para ela a divina fonte
De vida que amor e ódio vai originando
 
E o Sol no seu caminhar continua
Olhando encantado a Terra e a Lua
Indiferente aos sentimentos do Homem
 
Sua missão é aquecer, iluminar
A Terra, as vidas nela a deambular,
Os desgostos não o consomem
 
            João M. Grazina (Jodro)
 
publicado por CAMAGE às 18:08

link do post | comentar | favorito
|